domingo, 29 de março de 2009

vox populi.

Acho que toda a gente já recebeu um e-mail com frases da entrevista médico-doente (sim, é o nome pipi e moderno que se chama ao que dantes era apenas uma consulta...).

Fui a um congresso de Pneumologia na quinta feira, e para minha surpresa, ofereceram-me o livro que serviu de inspiração a esses famigerados e-mails. Foi escrito por um Otorrino do Porto, que passou 30 anos a ouvir, como ele diz, " a medicina na voz do povo".

Posso dizer que já ouvi a minha quota-parte disto. Há muita gente que pode considerar este livro insultuoso, mas se calhar não têm noção que a maioria dos doentes dos hospitais tendem a estar assustados com a sua doença, por mais simples que seja, o que é mais do que natural. Assim, como é típico da condição humana, têm de arranjar explicações para tudo o que desconhecem.

Algumas destas, chamemos-lhes opiniões, são verdadeiras pérolas. E ajudam-nos a chegar ao fim do dia com um sorriso na cara! Nem sempre é fácil, já que esta ignorância, na grande maioria dos casos que me passam nas mãos, é uma benção.
O prefácio do livro foi escrito pelo Júlio Machado Vaz, para quem não sabe é Psiquiatra, e de quem eu não sou especialmente fã, mas de vez em quando até escreve umas coisinhas giras (o mesmo não acontece no su blog, mas enfim...). Resume assim o que a maioria dos médicos pensa (ou devia, se não tiver sido apanhado pelo "bicho"):

"(...) o livro do Carlos, sendo um auxiliar precioso para a arte da Medicina, é também, clandestino por trás da modéstia e discrição do autor, um testemunho inatacável da excelência com que este a pratica."

Então, passei umas boas tardes a rir-me, muito profissional e respeitosamente, claro;)
Genial.

"Isto deu-me de ter metido a cabeça no frigorífico. Um mês depois fui ao Hospital e disseram-me que tinha bolhas de ar no ouvido."
"O último antibiograma que fiz dava Proteus Miserável (Proteus Mirabillis). E que miserável que ele era!"
"Quando me assoo dou um traque pelo ouvido" - Referência à manobra de Valsalva hihihi

Sobre otites supurativas (basicamente deitar pus pela orelhas...):

"Deito um pus que parece água de castanhas cozidas."
"Eu esterrincava sangue do ouvido direito. O médico disse-me que me rebentou a tese no ouvido"

Sobre a surdez e os aparelhos auditivos....

"ouço bem, é preciso é falarem-me alto."
"deve ser aquele bichinho, que a gente tem dentro do ouvido, que morreu."
"fizeram-me um exame psicotécnico e verificou-se que os meus ouvidos não ofereciam resistência para condutor de transportes públicos"
" nem aparelho posso usar porque a minha cabeça é alérgica e rejeitou o aparelho"

A boca...
"gostava que as papilas gustativas se manifestassem a meu favor"
"o médico disse que era um biruço (vírus) e eu acredito que sim, uma vez meti o dedo pela garganta abaixo e lá estava o filho da mãe, trraque, trraque, a morder!"
"O sr.doutor disse que eu tinha as amígdalas putácias (pultáceas)."
"não é nas inginas, é no cano"
"a minha voz fica muito trémula e com ligações ao cérebro."
"a minha espectoração é limpa, assim branquinha, parece, com a sua licença, espermatozóides."
"ou caiu da burra ou foi um ataque cardeal."
"O que me faz mal é chorar. A água que deito pelos olhos faz-me falta ao cérebro."

Aparelho circulatório e digestivo...

"Eu sou hipertensionário."
"Fui operado ao panquecas" (pâncreas).
"tenho duas úlceras, e é porque o sr dr não puxou por mim,senao tinha mais!"
"tive três úlceras, um macho, uma fêmea e uma de gastrina."
"sr dr a minha mulher tem umas almorródias que, com a sua licença, nem dá um peido."

...e claro, o génito-urinário...

"às vezes prega-se-me uma comichão nas barbatanas..."
"tenho de ser operado ao stick, já fui aos estículos."
"oh sr dr tenho muita ardialeja na via de serventia."
"tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza."

...e finalmente, o que o doente pensa do médico...

"Tem umas mãozinhas, como se diz...é o nambulano!" (number one).

4 comentários:

chega-meumnumeromaior disse...

LOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOLLOLOLOLOL

e é isto q csgo dizer!

Amanda disse...

Bichinhos nos ouvidos e expectoração com espermatozóides. Adoro. Que linda profissão, a tua.

Estás boa? Long time no see

Rato disse...

"tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza."

todas as pessoas deviam saber que a natureza quando eh fddida vinga-se perseguindo tudo o que a fddeu :P lolol

Cabbage disse...

oh Ana quando fores dar consultas por favor leva um gravador... :D

genial! ahaha ********

saudadinhas grandes* :)

PS: Quando vieres ao Porto traz o livro :P eheheh (o resto deixo pra tua imaginação fértil!)